MJSP assina acordo que permitirá ampliar a comunicação das forças de segurança nas fronteiras e divisas

bandeira-do-brasil-sil-sil.jpg

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), assinou nesta sexta-feira (20), em parceria com o Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica (CCOMGEx) do Exército Brasileiro, um Acordo de Cooperação para ampliar e integrar o sistema de comunicação entre os agentes de segurança que atuam na faixa de fronteira e de divisa do Brasil.

A ampliação será realizada através do aporte e manutenção de equipamentos, capacitações de recursos humanos, apoio operacional e logístico, além do custeio desse sistema de comunicação nas regiões fronteiriças onde atua o Programa VIGIA, do MJSP. O programa funciona em parceria com o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras do Exército (Sisfron-EB), como os estados de Roraima, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rondônia e Amazonas.

O coordenador geral de fronteiras da Seopi/MJSP, Eduardo Bettini, afirma que o acordo é essencial para o desenvolvimento das capacidades operacionais das instituições que atuam no âmbito do Programa de Segurança Nacional de Fronteiras e Divisas (VIGIA). “É um importante passo rumo à integração das instituições que trabalham nas fronteiras. Neste momento de combate ao coronavírus (COVID-19), a capacidade das instituições interoperarem e se comunicarem em nossas fronteiras é decisiva para proporcionar maior sincronização e cooperação entre as instituições, aumentando assim a capacidade de resposta a eventos críticos”, afirmou.

Atualmente, o programa está em seis fronteiras – Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Paraná, Amazonas e Acre – e nas divisas de Goiás e Tocantins. Até o final do mês o Programa inicia suas atividades em Roraima e até o final do ano a previsão é chegar nos 11 estados de fronteira do país.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.